• We are available for your help 24/7
  • Email: info@isindexing.com, submission@isindexing.com


Paper Details

Relação entre cortisol eestresse: análise de atividades diárias em profissões

Israel Vieira dos Santos, Josivan Costa Lopes Ribeiro, Karoline Vieira de Lima, Amanda Feitosa da Costa, Alice da Cunha Morales Álvares

Journal Title:Revista de Iniciação Científica e Extensão
Abstract


Estresse   é,   por   definição,   o   estado   físico   e   psicológico   após   agressões   que   abalam emocionalmente  um  indivíduo,  diminuindo  a  homeostase  e  elevando  a  tensão,  aumenta  da secreção  de  adrenalina  no  organismo [1].De  acordo  com  Sarid  (2004)  a  vida  acadêmica proporciona aos estudantes o aumento do estresse devido à carga de atividades passado para os  alunos,  sobretudo  para  estudantes  de  cursos  de  saúde  como  farmácia,  (desde  o  primeiro semestre).  O  estresse  faz  com  que  alguns  estudantes  desenvolvam  angustia,  tensão,  medo  e ansiedade [2].  Eventos  estressantes  aumentam  o  cortisol  na  corrente  sanguinea  que  dimuini  a resposta   imune   e   de   maneira   cronica   pode-se   desenvolver   doenças   imunológicas   [3]. Demonstrar   concentração   de   cortisol   salivar,   mediante   estudos   realizadoscom   atletas, profissionais  de  saúde  e  grupos  de  pessoas  submetidas  ao  exame  antes,  durante  e  após  uma carga  de  estresse  diário,  em  atividades  cotidianas.  Para  identificar  as  alterações  de  corticoides presentes nos indivíduos foi realizado um ensaio de detecção de cortisol salivar, que, devido ao custo-benefício  e  procedimento  não  invasivo.  Visto  que  há  ligação  direta  entre  o  estresse  e  o cortisol, [4] que pode ser utilizado como biomarcadores para índices de estresse[3-5]. O teste de detecção  de  cortisol salivar  é  feito  por  meio  do  emprego  de  radioimunoensaio  (RIE),  similar  ao teste  de  Enzyme  Linked  Immunosorbent  Assay.  (ELISA)  [6].  Em  estudos  realizados  por  Keller (2006),  foram  analisados  os  níveis  de  cortisol  salivar  de  dezessete  lutadores  olímpicos  pré e após lutas. E obteve-se um aumento substancial da concentração de cortisol salivar, chegando a dobrar de valor quando comparado o cortisol em repouso com o cortisol pós luta [7]. De acordo com  os  resultados  encontrado,  é  observado  a  correlação  direta  do aumento  de  cortisol  em profissões  estressantes,  e  como  pode  afetar  a  saúde  desses  profissionais,  desde  de  lutadores até estudantes

Download